pt-br
  • pt-br
  • en

Diretora do Corinthia Hotel Lisbon conta o que mudou com retomada do turismo

Diretora do Corinthia Hotel Lisbon conta o que mudou com retomada do turismo

Depois de dois meses de lockdown severo – de 15 de janeiro a 15 de março –, com confinamento geral combinado a uma abertura cuidadosa e a uma campanha de vacinação intensa, Portugal vem retomando as atividades e volta a receber turistas de diferentes nacionalidades. O Corinthia Hotel Lisbon, uma das principais opções de hospedagem na capital portuguesa, está funcionando desde o ano passado, mas vem reabrindo aos poucos cada um de seus espaços, como bares e restaurantes, spa e academia. É nesse contexto que Susana Martins da Fonseca, Diretora de Vendas e Marketing do hotel, conta o que mudou na experiência com os hóspedes e quais são as expectativas para o futuro.

“Por um lado as máscaras protegem, mas por outro escondem as emoções e os sorrisos que são tão importantes na nossa indústria. Torna-se mais difícil ler o cliente, mas é necessário”, ela diz. Para Susana, as principais transformações estão no comportamento humano: primeiro, na maior consciência dos hóspedes em relação aos cuidados de higiene e segurança, o que é muito positivo. Segundo, no receio das pessoas em planejar viagens, tanto pelo medo da doença em si, quanto por não saberem o que encontrarão no destino ou na volta para casa, no que diz respeito ao possível fechamento de fronteiras. “Planejar a longo prazo tornou-se uma incógnita, as decisões têm que ser tomadas para a semana ou para o mês seguinte, na melhor das hipóteses”, ela explica.

Em relação ao que está sendo preservado no funcionamento do Corinthia Hotel Lisbon e na relação com os turistas, Susana ressalta que “A hospitalidade não mudou, assim como a qualidade e a diversidade da oferta turística em Portugal não foram afetadas pela pandemia. Toda a nossa riqueza paisagística, cultural, histórica e gastronômica continua disponível. E agora cada vez mais digital, mais acessível e com a segurança necessária para recebermos todos os que nos queiram visitar”.

Apostar em tecnologia tem sido uma tendência não só do país como um todo, mas do próprio hotel, que lançou no final de 2020 o Corinthia Virtual Studio, espaço com estrutura inovadora para a realização de eventos híbridos. Ao mesmo tempo, a propriedade aproveitou o período mais calmo para investir nos restaurantes e na renovação dos apartamentos. “As expectativas são um pouco reservadas porque ainda levará algum tempo para atingirmos o volume de negócio dos tempos de pré-pandemia, mas é importante não desistir, manter o espirito positivo e continuar a melhorar o produto”, diz Susana.

Depois de um ano desafiador para a indústria e, mesmo tendo em mente toda a cautela necessária, a experiência de hotéis como o Corinthia Hotel Lisbon aponta para um futuro promissor. Susana conta que, para ela “Ver cada parte do hotel voltar a funcionar está sendo uma experiência maravilhosa. É muito bom ter um hotel movimentado de novo e com clientes de várias nacionalidades”.

Grupo Corinthia Hotels

A cadeia de hotéis cinco estrelas Corinthia foi fundada pela família Pisani, originária de Malta, tendo permanecido fiel às suas origens como um negócio familiar movido pela devoção, pelo cuidado e pela qualidade de cada detalhe dos serviços. Para além do moderno Corinthia Hotel Lisbon, na capital portuguesa, o portfólio Corinthia inclui o Corinthia Hotel Budapest, na Hungria, o Corinthia Hotel Prague, na República Checa, o Corinthia Hotel St. Petersburg, na Rússia, o Corinthia Palace Hotel & Spa, em Malta, o Corinthia Hotel St George’s Bay, em Malta, o Corinthia Hotel Tripoli, na Líbia, o Corinthia Hotel London, na Inglaterra, e o Corinthia Khartoum, no Sudão.

Para mais informações sobre o hotel, visite  www.corinthia.com/pt/lisbon e o Instagram @corinthialis.

Comentários

Receba o nosso conteúdo e viaje por todos os mundos possíveis:
os de dentro e os de fora


    Contato